Banner 1

O CEC é uma organização moçambicana, fundada em 2010, com a missão de produzir conhecimentos na área de comunicação social que contribuam para o desenvolvimento da nossa sociedade.

Depois de ter realizado a sua I Conferência em Novembro de 2011 e lançado a revista “Comunicação & Sociedade”, a primeira de especialidade na área das Ciências da Comunicação em Moçambique, o CEC realiza este ano a II Conferência, cujo tema principal é “Comunicação social e desenvolvimento em Moçambique: Contextos e desafios na construção de uma sociedade justa e inclusiva”.

Com este tema, o CEC pretende levantar uma discussão sobre o papel que a comunicação social desempenha ou deve desempenhar na promoção das liberdades, da participação, da igualdade e da transparência na governação e a justiça social.

Numa sociedade como a nossa; caracterizada pela pobreza, fome, subnutrição, corrupção, privação do usufruto de direitos fundamentais, falta de oportunidades, insegurança económica, política e social; a comunicação social é chamada a assumir um papel activo na denúncia e produção de informação sobre vários males. Neste contexto, o papel da comunicação social só pode ser significativo se houver liberdade e se também a própria comunicação social funcionar como promotora e garante das liberdades dos cidadãos.

É acerca do papel dos meios de comunicação social na construção de uma sociedade inclusiva que grande parte das nossas discussões nestes dois dias irá se desernrolar, entendendo uma sociedade inclusiva como aquela que promove, entre outros aspectos, a participação, uma maior circulação de informação e o pluralismo de ideias.

Caros convidados,
Esta conferência tem um enorme significado para o CEC: constitui um meio de confirmação do seu lugar enquanto entidade responsável pela promoção da investigação na área da comunicação em Moçambique.

Finalmente, gostaria de agradecer aos nossos parceiros da IBIS que, através do Sob Programa Acesso à Informação do AGIR, têm apoiado ao CEC, desde 2011, na concretização das suas actividades.
A todos os participantes, desejo, mais uma vez, boas-vindas à II Conferência do CEC e que esta seja, de facto, uma ocasião de troca de experiências e aprendizagem mútua.

Muito obrigado a todos!
Maputo, 22 de Novembro de 2012