Banner 1

ISABEL FERIN CUNHA

Isabel FerinLicenciada em História pela Faculdade de Letras de Lisboa (1974), Mestra (1984) e Doutora (1987) em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo, Brasil e Pós-Doutorada em França (CNRS, 1991). Foi professora da Universidade de São Paulo de 1983 a 1991 e Professora Auxiliar da Universidade Católica de 1992-2002.

Desde Setembro de 2002 encontra-se a lecionar no Instituto de Estudos Jornalísticos da Universidade de Coimbra, onde é Professora Associada.
Foi vice-presidente do Centro de Investigação Media e Jornalismo (2004-2006) e tem coordenado alguns projetos aprovados pela Fundação Ciência e Tecnologia, nomeadamente Jornalismo e Atos de Democracia (POCTI/COM/44390/2002) e TV e Imagens da Diferença (POCTI/COM/45553/2002). Coordenou de 2003 a 2007 uma equipa de investigação que desenvolveu com o apoio do Alto Comissariado para a Imigração e Minorias Étnicas (ACIME) o Projeto Media, Imigração e Minorias Étnicas. No ano de 2008 e 2009 este projeto teve continuação através de uma parceria entre o ACIDI (Alto Comissariado para a Imigração e o Diálogo Intercultural) e a ERC (Entidade Reguladora da Comunicação).

Coordena ainda, desde 2006, a secção portuguesa do projeto internacional intitulado Observatório Ibero-Americano de Ficção. Integra o projeto Inclusão e Participação Digital desenvolvido pela Universidade Nova de Lisboa, Universidade do Porto e Universidade de Austin no Texas /EUA (2009-2011). Todos estes projetos deram origem a publicações nacionais e internacionais. As suas áreas de interesse são: Análise dos Media (Imprensa e Televisão); Públicos, Audiências e Recepção; Ficção Televisiva (Telenovelas e Séries) e Comunicação Política.



LUCA BUSSOTTI

Luca BussotiDepois de ter obtido o Doutoramento em Sociologia do Desenvolvimento na Universidade de Pisa (Italia), Luca Bussotti tem lecionado no Departamento de Ciencias Sociais da Universidade de Pisa entre 2001 e 2006.

Desde 2006 é Docente convidado na Escola de Comunicaçao e Artes da Universidade Eduardo Mondlane. É autor de varias publicaçoes, na Italia, em Moçambique, no Brasil, na França e na Suiça. Dirige a colecçao "Lusitanica" na editora L'Harmattan Italia (Torino) e é membro do Conselho de Doutoramento em Geo-Politica na Universidade de Pisa. Desde 2007 colabora com a sessao lusofona de Metodologia qualitativa em Ciencias Sociais de Codesria (Dakar).

 

LEONILDA SANVECA MUATIACALE

Leonilda SanvecaÉ Mestre em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo-Brasil (2007) e doutoranda no mesmo curso. Graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário Newton Paiva de Belo Horizonte – MG, Brasil (2005). Jornalista pela Escola de Jornalismo de Maputo (1991). É docente e pesquisadora na Escola de Comunicação e Artes (ECA) da UEM e Jornalista do Gabinete de Comunicação e Imagem da Universidade Pedagógica (UP).

A sua pesquisa tem ênfase em temáticas ligadas à comunicação e semiótica; comunicação e marketing; comunicação e política, além de investigar sobre o impacto das mídias digitais e redes sociais em Moçambique na actualidade. Até ao momento já orientou diversas monografias de Licenciatura em Jornalismo, Gestão de Recursos Humanos e em Relações Públicas.

Presta assessoria na área de comunicação e marketing a instituições públicas e privadas e tem participado na elaboração de trabalhos técnicos em televisão e mídias digitais em Moçambique e no Brasil. Possui vários artigos científicos publicados em periódicos especializados em comunicação no Brasil e na Itália. No âmbito do doutoramento, que está a decorrer, desenvolve a pesquisa sobre a propaganda política eleitoral em Moçambique, com bolsa da Coordenação do Aperfeiçoamento do Pessoal do Ensino Superior (CAPES), organismo brasileiro.



ERNESTO CONSTANTINO NHANALE

Ernesto Nhanale

É mestre em Estudos dos Media e de Jornalismo pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa e licenciado em Jornalismo pela Universidade Eduardo Mondlane. Desde 2008, Ernesto Nhanale tem trabalhado como docente na área de comunicação social e jornalismo no Instituto Superior de Ciências e Tecnolgia de Moçambique (ISCTEM), Instituto Superior de Tecnologias e Gestão (ISTEG), Universidade Eduardo Mondlane (UEM).
Para além da docência, Ernesto Nhanale tem realizado diversas pesquisas na área de Comunicação e Política em Moçambique. Nos últimos dois anos, assumiu funções de coordenação do curso de Ciências da Comunicação no ISCTEM, exercendo, actualmente, a função de Director Executivo do Centro de Estudos de Inter-disciplinares de Comunicação e Oficial de Capacitação do Proejcto Pacto, desenvolvido pelo Centro de Programas de Comunicação da John Hopkins University, em Maputo.


EGÍDIO VAZ

egidio vazEgídio G. Vaz Raposo (Egidio Vaz) é historiador e consultor de comunicação e pesquisador de mídia e jornalismo há mais de 10 anos. É actualmente responsável pela capacitação profissional do programa para fortalecimento da mídia da IREX, depois de ter ocupado o cargo de especialista da mídia para advocacia e alianças durante um ano. Egídio é também consultor internacional da Fundação Wage Indicator para a região subsaariana, responsável pela promoção do diálogo social, direitos laborais e trabalho digno. Como investigador, Egídio Vaz está ligado a instituições de pesquisa nomeadamente o Centro de Estudos Interdisciplinares de Comunicação – CEC, a Amsterdam Institute of Advanced Labour Studies – AIAS, através da Wage Indicator e é membro da AEJMC – associação americana de educadores e pesquisadores de comunicação de massa e jornalismo. Ele também é membro fundador do CODD – Centro de Estudos e Promoção da Cidadania, Direitos Humanos e Meio ambiente.
Mais informação: www.egidiovaz.com

FaLang translation system by Faboba